quarta-feira, 27 de abril de 2011

Postagem especial: Uma mensagem Importante‏

Bem, venho por meio dessa humilde mensagem apenas falar de nossa natureza, de como somos pecadores e de como nós mergulhados dentro de nosso âmago estamos sujos no lamaçal do pecado, mas por que razão digo isso? sucintamente,falo isso apenas para introduzir uma ideia que aparentemente a humanidade parece ter esquecido, uma ideia que é o principio do gozo eterno ao lado do Criador, falo da salvação pela fé.
No entanto, o que isso significa? qual seria a profundidade velada nesse conjunto de palavras? Isso senhores e senhoras é bem explicado em muitas das passagens que a bíblia guarda, mas resolvi trazer duas dessas para a nossa meditação, a primeira trata-se de uma pequena explicação dada por Paulo aos Romanos e a segunda um pequeno recado escrito e dito pelo profeta Isaías, então vamos a elas?

* Romanos CAP. 3 Verso 23-27: "Todos pecaram e estão afastados da presença gloriosa de Deus. Mas, pela sua graça e sem exigir nada, Deus aceita todos por meio de Cristo que os Salva, Deus ofereceu Cristo como sacrifício para que, pela sua morte na cruz, Ele se tornasse o meio pelo qual as pessoas pudessem receber o perdão de seus pecados,pela fé. No passado Deus mostrou sua paciência e não castigou as pessoas pelos seus pecados, mas agora pelo sacrifício de Cristo ele mostra que é justo. Assim Ele é e aceita os que creem em Jesus"


* Isaías CAP. 3 Verso 4-5 : " No entanto, era o nosso sofrimento que Ele carregava, era nossa dor que Ele suportava, e nós pensávamos que era por causa de sua própria culpa que Deus o estava maltratando e ferindo. Porém, Ele estava sofrendo por causa dos nossos pecados estava sendo castigado por causa de nossas maldades, Nós somos curados pelo castigo que Ele sofreu, somos sarados pelo sofrimento que Ele recebeu"


O que tais mensagens tentam nos passar é simples, entretanto profundo, nós como seres humanos estamos distantes de Deus, somos destituídos de sua graça, pois nascemos em dívida e pré-dispostos a pecar, não temos virtudes que possam nos levar ao céu, não é a bondade do meu ou do seu coração que nos leva para perto de Deus, não é nossa moral, nossas qualidades que constroem a ponte da comunhão com o Divino, não podemos reconciliar o que foi destruído, pois como filhos, ou melhor, descendentes de Adão temos em nossa alma a marca do pecado e em nosso corpo o sinal da morte.
Entretanto, por graça, por favor não merecido, por amor e compaixão Deus nos deu a possibilidade de restauração da aliança perdida, contudo para isso é necessário que o homem olhe para si mesmo e reveja suas atitudes, reveja seu modo de enxergar a sua própria vida e perceba que não está nas suas mãos o passaporte para o céu, mas muito pelo contrário que em suas mãos e em sues pés estão gravados a pré-destinação de uma vida sem luz e uma eternidade infrutífera.
Nós devemos perceber que não somos nada além de poeira ao vento, barro que ganhou espírito, mas que breve se desmanchará, devemos perceber que nada somos sem aquele que sofreu para nos garantir a possibilidade de chamarmos Deus de amigo, somos assim eternamente dependentes daquele que chamamos de Jesus.
Para finalizar eu pergunto, ou melhor sugiro que você pergunte a você mesmo, estou eu reconhecendo minha eterna dependência? estou eu valorizando o sacrifício de Cristo na cruz? Eu entendo que não é por mim que chegarei ao céu, mas sim mediante a sua graça? Se sim eu entendo tudo isso, estou eu praticando verdadeiramente? Estou eu levando a mensagem para que outros também pensem e reconheçam o mesmo que reconheci?


Essa era minha mensagem para vocês e também para mim mesmo.

O texto acima foi ecrito pelo Alvaro Botelho.

Um comentário:

laudiceia pereira dutra disse...

É verdade irmão, nada do que possamos fazer, chega se quer, ao pés do que ELE fez por nós, O amamos por que ELE nos amou primeiro.