quinta-feira, 7 de julho de 2011

Uma postagem qualquer

Bem como é notável estou sem postar muita coisa por aqui, vários motivos, o principal é a preguiça desse que vos escreve. Bem sem mais delongas, esse post é apenas uns versos que escrevi hoje, e como faz muito tempo que não escrevo nada resolvi postar aqui. Logo está sem titulo e peço perdão a todos pois faz muito tempo que eu não escrevia anda desse género. Comentem suas opiniões nos comentarios.

"Transformei a dor em força,
cavei e enterrei todos os meus sentimentos nos mais fundo da minha alma
Pensei que tinha superado.
...
Mais ouvir teu nome trouxe lembranças

Não podemos falar de culpados
mas apenas de negligentes
Dizem que o amor verdadeiro é uma rara oportunidade
será que a perdemos?

Não tenho respostas...
Nunca as tive,
apenas memorias de um tempo que parece tão distante quanto as eras

Tenho saudade do teu falar,
das tuas ideias, da sua doce canção,
Apenas memorias..."

2 comentários:

ALVARO O BARDO disse...

Cheio de verdades e ilusões são os dizeres da canção
Na beleza firme dos escritos do poeta
Na formosura da emoção terna.

Ficou massa meu velho ficou tão bom que tive que escrever um versinho em homenagem!!

obs: Bota a preguiça de lado homem hehehehe

Pequena Notável disse...

Se eu falasse apenas que estava: LINDO e Intimo. Seria tão superficial.
Lindo como deveria estar algo que fale de um sentimento terno e, na maioria das vezes, imutavel.

Intimo por que tudo que se escreve o é.

Continue, escreva, escreva.

Estarei lendo.